sexta-feira, maio 20, 2005

Velas (enfunar)

Alongam-se as tardes reflectidas em ocre derretido
nas velas junto ao rio, altivas,
que não mais se recolhem
nem se dobram a qualquer sopro divino,
pontuando como proas orgulhosas
a pouca luz que ainda nos toca,
agitando-se no veludo das águas que não sossegam,
indo e vindo,
torrente incansável demorando diluir-se no sal que se aproxima.